Lula lá?

Presidente do PT pede apoio da militância e já tem data para lançar Lula à Presidência

Em artigo publicado no site da legenda, Rui Falcão pede que militância opine publicamente sobre o assunto<span> </span>

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O presidente nacional do PT, Rui Falcão, defendeu que a militância do partido comece a “opinar publicamente” sobre a possibilidade de o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ser candidatar à presidência da República em 2018. No texto, o petista argumenta que simpatizantes têm pedido a “volta” de Lula em diversos eventos e cogita oficializar a candidatura do líder sindical no em abril. “Lula ainda não admite ser candidato, mas reitera, com muita convicção, que está preparado e sabe exatamente o que é preciso fazer para tirar o Brasil da crise, criar empregos, distribuir renda, reacender o ânimo e a confiança da população”, diz o artigo.

Falcão cita que em dois eventos na última semana que contaram com a presença de Lula, a plateia entoou gritos de “Brasil Urgente, Lula Presidente” e “volta Lula”, “numa espécie de antecipação das eleições” presidenciais e “reeditando o clima de animação, expectativa e esperança com o retorno de Lula ao comando do País”.

O presidente da legenda destaca que Lula ainda não admitiu publicamente ser candidato, mas afirma que o partido “não tem plano B” e que a candidatura de Lula ao Palácio do Planalto é uma “aspiração nacional”. “Porém, acho que chegou a hora de a militância começar a opinar publicamente. Quem sabe, assim, possamos, durante o 6º Congresso, torná-lo nosso candidato. E, a partir daí, construir uma forte aliança com movimentos sociais e partidos populares, em torno de um programa de reformas e transformações estruturais”, defende Falcão.

PUBLICIDADE