Não é mais incógnita

Presidente de partido explica por que voltou atrás e irá apoiar Marina Silva

Luciano Bivar, do PSL, ressalta que conseguiu esclarecer as propostas e os compromissos da candidata e que ela não é mais uma incógnita

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em entrevista exclusiva para o Portal InfoMoney, o presidente do PSL e candidato a deputado federal por Pernambuco, Luciano Bivar, explicou por que o partido voltou a apoiar a candidatura de Marina Silva para presidente pelo PSB.

Ontem, em entrevista ao portal, Luciano Bivar relatou que a decisão de deixar a coligação foi determinada pela falta de credibilidade de Marina e porque a legenda não acredita que a ex-senadora cumprirá os acordos estabelecidos com Campos.

Porém, após conversa de meia hora com Marina Silva, ele destacou que conseguiu esclarecer as propostas e os compromissos da candidata, o que fez o partido voltar atrás. “Nós tivemos uma conversa e ela reafirmou todos os compromissos de campanha, como é o caso da simplificação tributária e sobre a manutenção do sistema tributário. Nós não tínhamos conversado ainda com ela e este encontro foi bastante esclarecedor”, apontou Bivar.

Aprenda a investir na bolsa

Com isso, afirmou, esta conversa levou a uma aproximação, ficando bem definido os pontos importantes para a volta da aliança. E, assim, Marina não é mais uma incógnita para o partido. 

Questionado sobre como está o clima do PSB, que já contou com algumas baixas de coordenadores, Bivar ressaltou que o partido está tranquilo, apesar do clima de emoção e o trauma devido à morte repentina de Eduardo Campos.