Eleições 2018

Presidente da CSN pede afastamento da Fiesp e está mais próximo de ser vice de Ciro Gomes

Amigo de longa data do pré-candidato, Benjamin Steinbruch atenderia ao desejo de Ciro de ter uma figura influente do setor produtivo no Sudeste em sua candidatura

arrow_forwardMais sobre
(Divulgação)

SÃO PAULO – O empresário Benjamin Steinbruch, da CSN (CSNA3) e do grupo Vicunha Têxtil, comunicou na noite da última quarta-feira (6) seu afastamento temporário da função de vice-presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), pavimentando o caminho para ser vice de Ciro Gomes (PDT).

Amigo de longa data do pré-candidato, Steinbruch atenderia ao desejo de Ciro de ter uma figura influente do setor produtivo no Sudeste em sua candidatura. Em outras eleições, o empresário auxiliou nas campanhas do ex-governador do Ceará. O presidente da CSN filiou-se ao PP em São Paulo em 4 de abril, três dias antes do fechamento da janela partidária para as eleições de outubro deste ano.

De acordo com a coluna Painel da Folha, na carta solicitando seu afastamento, Steinbruch fez questão de enviar uma indireta para a cúpula da Fiesp. Segundo a reportagem, o empresário ressalta duas vezes no texto que está se afastando do posto de “primeiro vice-presidente eleito”, fazendo alusão as novas regras de sucessão aprovadas pela federação no mês passado, que gerou um racha entre Paulo Skaf, presidente da Fiesp, e o grupo de Steinbruch.

PUBLICIDADE

Apesar das movimentações, as decisões sobre alianças e as candidaturas sobreviventes para a disputa só se darão a partir de junho, quando serão realizadas as convenções nacionais dos partidos. Até lá, muitas negociações e especulações virão a público.