Presidente da Câmara anuncia que irá disputar o cargo com candidato do PT

O Partido dos Trabalhadores lançou Arlindo Chinaglia, mas Rebelo afirmou que possui o apoio da bancada governista

SÃO PAULO – O PT não está mais tão seguro de conseguir a presidência da Câmara no próximo mandato. Aldo Rebelo do PC do B, que ocupa o cargo atualmente, anunciou ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que também é candidato à reeleição.

Segundo parlamentares da base governista, o deputado Arlindo Chinaglia, do PT, estava articulando sua candidatura e havia firmado um acordo com parte da bancada do PMDB.

Chinaglia também tem apoio do grupo chamado “Câmara Forte”, que possui cerca de 117 deputados.

Imagem aranhada

PUBLICIDADE

A candidatura de Rebelo ficou abalada depois que que o deputado defendeu o aumento salarial de 90,1% para os parlamentares.

Mesmo com a imagem fragilizada, Rebelo comunicou ao presidente que possui como aliados os deputados governistas do PC do B, PSB, PL, PP e PTB.

O presidente afirmou que vai tentar convencer os parlamentares a lançarem um único candidato à presidência da Câmara, lembrando a eleição de Severino Cavalcanti em 2005, facilitada por uma divisão entre os parlamentares.