Premiê japonês participa de reunião sobre testes nucleares na Coréia do Norte

Líderes da China e da Coréia do Sul também participam do encontro, que será realizado neste fim de semana nas Filipinas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O desmantelamento dos testes nucleares na Coréia do Norte deve se tornar um dos principais assuntos da conferência de cúpula que reunirá, neste fim de semana, o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, o premiê da China, Wen Jiabao e o presidente sul-coreano Ron Moo.

O encontro será realizado nas Filipinas com o apoio de dez outros países integrantes da Associação das Nações Sul-Asiáticas.

A exemplo da última reunião realizada em dezembro, em Beijing, os representantes dos três países também devem debater temas gerais, relacionados à política, economia e segurança do continente.

Realização de novos testes preocupa

Aprenda a investir na bolsa

Os experimentos nucleares realizados pelo vizinho comunista, no entanto, costumam dominar a pauta de discussões, como ocorreu no encontro de novembro da Asia Pacific Economic Cooperation (APEC), bloco que engloba nações asiáticas, americanas e da Oceania.

Essa tendência deve se confirmar depois da notícia, divulgada nesta sexta-feira (05) por autoridades sul-coreanas, de que estariam se realizando preparativos para um próximo teste nuclear na Coréia do Norte. A informação, no entanto, não foi confirmada pelos Estados Unidos.

Diante desses rumores, o premiê japonês declarou que a comunidade internacional deve tomar medidas mais enérgicas contra a Coréia do Norte, caso um novo teste nuclear seja conduzido. No entanto, afirmou que é importante retomar o diálogo para se chegar a um acordo multilateral sobre o polêmico assunto.