Prefeito de Goiânia cobra urgência na definção do fututo político de Meirelles

Rezende disse que PMDB não vai esperar até março por decisão; presidente do BC sinaliza disposição de permanecer no cargo

SÃO PAULO – O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), espera que Henrique Meirelles defina nos próximos dias seu futuro: se fica no comando do Banco Central ou se sai candidato à governador de Goiás. Rezende afirmou que o PMDB não vai esperar até o final de março, quando os concorrentes a uma cargo eletivo têm que deixar seus postos na administração pública, pela decisão.

Em evento com empresários, Meirelles sinalizou nesta semana disposição de permanecer na presidência da insitituição. O jornal Folha de S.Paulo relatou que Lula teria acertado com a equipe econômica a manutenção de todos em seus cargos até o final deste ano. Para a MCM Consultores, a permancência seria o caminho mais fácil.

Outra possibilidade seria o governo de Goiás. Segundo Rezende, o caminho está livre para o presidente do BC. No entanto, a consultoria afirma que esta seria uma disputa bem mais díficil para Meirelles.

PUBLICIDADE

Além disso, mais uma vez a possibildade da vice-presidência na chapa de Dilma foi descartada. “O nome natural hoje é do Michel [Temer], não há dúvida”, disse Iris Rezende, comentando a indicação do PMDB para a vaga. Para a MCM, restaria como tarefa partidária, caso Meirelles desista de concorrer nestas eleições, a elaboração de propostas da legenda para a plataforma da campanha de Dilma.