Preço da passagem não é o fator mais importante para o paulistano usar ônibus

Os fatores mais relevantes são a diminuição do tempo de espera e melhoria nas condições físicas dos ônibus

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O preço da passagem não é o item mais importante para que os paulistanos passem a usar o ônibus como meio de transporte.

De acordo com a pesquisa Movimento Nossa São Paulo/Ibope – Dia Mundial Sem Carro, divulgada na semana passada, a diminuição do preço da passagem recebeu 5% das respostas dos entrevistados, quando perguntados sobre o que os faria a optar pelo ônibus. Em 2009, esse percentual era de 9% e, em 2008, de 27%.

Os fatores que mais fariam que os paulistanos andassem de ônibus seriam a diminuição do tempo de espera, mais linhas que cubram outros percursos e melhoria nas condições físicas dos veículos. Cada um deles recebeu 17% das respostas.

PUBLICIDADE

Por outro lado, a opção de nunca andar de ônibus na cidade de São Paulo recebeu 11% das respostas dos participantes da pesquisa.

Trem e metrô
Ainda segundo o levantamento, o preço também não é o item que mais faria com que os paulistanos utilizassem trem ou metrô. 
No primeiro caso, o preço recebeu 5% das respostas, enquanto para o metrô esse fator atingiu 9%.

O fator mais determinante para que o paulistano usasse o trem e o metrô foi o de ter mais linhas que cubram percursos que não cobrem atualmente. No caso dos trens, esse item recebeu 31% das respostas e, no caso do metrô, 34%.

A melhoria nas condições físicas do transporte e mais conforto foi o segundo item mais citado pelos entrevistados, sendo que, para o trem, atingiu 20% das respostas e, para o metrô, recebeu 12% de indicações.

Há ainda aqueles que nunca usariam o trem e o metrô na capital paulista, opção que chegou a 10% e 7%, respectivamente.