Pré-candidato Anthony Garotinho se diz vítima de perseguição política

O ex-governador do estado do Rio de Janeiro diz que por traz das denúncias contra sua pessoa estão interesses políticos

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O pré-candidato à presidência da República pelo PMDB Anthony Garotinho recebeu nesta manhã o título de cidadão Pernambucano. Durante a cerimônia, o ex-governador do Rio de Janeiro realizou um discurso na Assembléia Legislativa de Pernambuco rebatendo as acusações sobre o recebimento ilegal de doações de campanha.

Garotinho é acusado de ter recebido R$ 650 mil em doações de empresas que não tinham sede onde declaravam e que também mantêm contratos com o governo do Rio, cidade onde sua mulher Rosinha Matheus é prefeita.

Denúncias trazem interesses políticos

O pré-candidato diz que por trás das denúncias estão interesses políticos e que vai mandar investigar todos os fatos para que tudo fique esclarecido.

Aprenda a investir na bolsa

Garotinho, no entanto, admitiu que as doações tiveram ação “eticamente incorreta” por parte da empresas, que declararam sedes em cidades diferentes daquelas em que realmente atuam para pagar menos tributos.