Prazo para justificar ausência no primeiro turno das eleições acaba nesta quinta

Cidadão deve apresentar seu Requerimento de Justificativa Eleitoral ao juiz da zona eleitoral onde está inscrito

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O prazo de justificativa para os eleitores que não votaram na eleição de 3 de outubro se encerra nesta quinta-feira (2) em todo o País.

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o cidadão deve apresentar seu Requerimento de Justificativa Eleitoral ao juiz da zona eleitoral onde está inscrito.

Para saber a localização do cartório, o eleitor deve acessar o www.tre-uf.jus.br, e substituir “UF” pela sigla da unidade da Federação onde foi expedido o título.

Aprenda a investir na bolsa

No documento de justificativa que será apresentado ao juiz deve constar o nome, a data de nascimento, a filiação, o número do título, endereço atual e o motivo da ausência à votação.

Além disso, o eleitor também precisa apresentar uma cópia de documento que comprove sua identidade. Com dados incorretos, o requerimento será invalidado.

Quem não votou e nem justificou a ausência no segundo turno das eleições, que ocorreu em 31 de outubro, tem até o dia 30 de dezembro para apresentar justificativa ao juiz eleitoral.

Prejuízo
Quem não apresentar a justificativa até esta quinta-feira deverá pagar multa de cerca de R$ 3,50. Com a situação não regularizada perante a Justiça Eleitoral, o eleitor fica impedido de obter passaporte ou carteira de identidade; receber vencimentos, se servidor público; inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública.

Caso o eleitor deixe de votar em três eleições seguidas, sem justificar ou pagar multa, ele terá sua inscrição cancelada.