Centrão

PP da Câmara anunciará desembarque do governo nesta terça, diz Folha

Encontro foi confirmado pelo partido para 17h (horário de Brasília); partido tem quarta maior bancada

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A bancada do PP na Câmara dos Deputados anunciará seu desembarque do governo nesta terça-feira, de acordo com informações da Folha de S. Paulo. Segundo informa o jornal,  o líder do partido na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PB), se reuniu na manhã desta terça com alguns deputados e definiu que, em reunião realizada à tarde, que será anunciada a saída da bancada da base aliada. A reunião vai ocorrer às 17h (horário de Brasília). 

Na semana passada, o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PP), afirmou que o partido permaneceria na base aliada do governo da presidente Dilma Rousseff até a conclusão do processo de impeachment na Câmara dos Deputados. O PP tem hoje 54 parlamentares: 48 deputados e seis senadores em exercício, sendo a quarta maior bancada. Há ainda três deputados licenciados. 

Mais cedo, o jornal O Estado de S. Paulo informou que a divulgação dos votos pró-impeachment de lideranças do PR e do PSD na véspera na Câmara dos Deputados levaram a cúpula do PP a reavaliar o apoio.  

PUBLICIDADE

Ciro Nogueira avaliou a aliados como “muito grave” a decisão do deputado Maurício Quintella (AL) de deixar a liderança do PR para votar a favor do impeachment de Dilma na Câmara, assim como se surpreendeu com o voto a favor do parecer  pró-impeachment na Comissão Especial do líder do PSD na Câmara, o deputado Rogério Rosso (DF), que era presidente do colegiado.

Assim, Nogueira antecipou sua vinda à Brasília para segunda-feira para avaliar o cenário e decidir como o PP se portará. Até então, havia acordo entre as cúpulas do PP, PR e PSD para que permanecessem na base aliada. “Estamos avaliando”, disse o presidente do PP ao Broadcast Político.


Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; 5 novos papéis entraram no portfólio de abril

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa