UM BRASIL

“Pós-verdade” é uma forma dos políticos mentirem sem serem pegos, diz especialista

Secretária de imprensa da cidade de Nova York,  Alexis Wichowski, é a entrevistada desta semana do UM BRASIL

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Diante de um mundo onde a internet tem criado debates sobre o que é verdade e mentira, o termo “pós-verdade” foi escolhido como a palavra do ano de 2016 pelo Dicionário Oxford. Basicamente, ela define um cenário onde as pessoas “têm sua própria verdade”.

E é sobre este tema que o UM BRASIL, parceiro de conteúdo do InfoMoney, entrevistou a especialista em tecnologia, mídia e comunicação, professora da Universidade de Columbia e secretária de imprensa da cidade de Nova York,  Alexis Wichowski. Na conversa ela fala não só sobre o fenômeno da “pós-verdade”, mas também da polarização nas mídias sociais.

PUBLICIDADE

“As pessoas não querem encarar a verdade, elas não querem encarar os fator. Então declararam esse fenômeno, ‘pós-verdade’, como uma forma de ignorar os fatos”, afirma Wichowski.

Segundo ela, as pessoas estão percebendo que os políticos “têm suas próprias versões do que acontece, mas também se orgulham disso, e se declaram quase que acima da verdade”.