Presidente francês

Popularidade de Macron cresce 5 pontos após G7

Cúpula foi marcada por críticas do líder francês a Bolsonaro

PARIS, 05 SET (ANSA) – A popularidade do presidente da França, Emmanuel Macron, subiu cinco pontos após a cúpula do G7 em Biarritz, no fim de agosto, e chegou ao mesmo patamar de setembro de 2018.

Segundo pesquisa realizada pelo instituto Kantar para o jornal Le Figaro, 32% dos entrevistados aprovam a gestão Macron, alta de cinco pontos percentuais em relação a julho. Outros 66% reprovam o presidente, queda de três pontos na comparação com o último levantamento.

Com isso, Macron consegue se desmarcar da impopularidade que permeou todo o mandato de seu antecessor, o socialista François Hollande, que no segundo ano de gestão era aprovado por apenas 13% do eleitorado.

PUBLICIDADE

Na avaliação do Figaro, um dos fatores que explicam o crescimento da popularidade do presidente é a cúpula do G7 em Biarritz.

Na ocasião, Macron adotou um discurso crítico ao governo Bolsonaro por conta das queimadas na Amazônia e desafiou Donald Trump ao receber o chanceler do Irã, Mohammad Javad Zarif, como convidado. (ANSA)

Quer saber o que esperar da política nos próximos meses? Insira seu e-mail abaixo e receba, com exclusividade, o Barômetro do Poder – um resumo das projeções dos principais analistas políticos do país: