Popularidade de Dilma sobe para 56% em dezembro, mostra pesquisa CNI/Ibope

Expectativas em relação ao Governo avançaram de 56% para 59%; melhores avaliações estão nas regiões Nordeste e Sul

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A popularidade da presidente Dilma Rousseff obteve média “ótimo” ou “bom” na pesquisa do Instituto Ibope, encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta sexta-feira (16). O indicador passou de 51% em setembro para 56% em dezembro.

Por sua vez, as expectativas com relação ao restante do governo Dilma também melhoraram. Dentre os entrevistados, 59% acreditam que o restante do governo será “ótimo” ou “bom”. Na pesquisa de setembro esse percentual era de 56%.

De acordo com o levantamento, a avaliação do governo da presidente Dilma melhorou em todas as regiões geográficas do país, mas o crescimento é maior nas regiões Nordeste, da ordem de 11 pontos percentuais, e no conjunto das regiões Norte e Centro-Oeste, também com 11 p.p.

PUBLICIDADE

Com 61% de “ótimo” ou “bom”, a Região Nordeste passa a dividir com a Região Sul (61%) o título de região com melhor avaliação do governo. Contudo 9% dos residentes no Nordeste consideram o governo “ruim” ou “péssimo”, contra 6% dos residentes da Região Sul.

Aprovação
O percentual de aprovação da maneira de governar da residente Dilma mantém-se praticamente no mesmo patamar da pesquisa anterior. O percentual de 72% está apenas 1 p.p. acima do apurado em setembro, ou seja, dentro da margem de erro da pesquisa. O percentual de eleitores que desaprovam a maneira de governar da presidente Dilma é de 21%, idêntico ao apurado em setembro

Confiança estável
O quadro com relação a confiança dos brasileiros na presidente Dilma não mudou entre setembro e dezembro. Dentre os eleitores entrevistados, 68% confiam na presidente e 26% não confiam.