Segundo jornal

Política industrial de Dilma pode ser condenada hoje na OMC

Conta a reportagem que, pela magnitude da derrota que poderá ser sofrida, o governo Michel Temer poderá acabar forçado a reajustar programas para não sofrer o risco de retaliação por parte de parceiros

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O Brasil poderá sofrer, nesta sexta-feira (11), o que pode representar uma de suas maiores derrotas comerciais, com uma condenação de boa parte da política industrial pelo governo Dilma Rousseff. As informações foram dadas pelo jornal Valor Econômico. As expectativas são de que a Organização Muncial do Comércio envie hoje aos beligerantes sua decisão preliminar sobre processo contra programas como Inovar-Auto, PPB (Processo Produtivo Brasileiro) e o Recap, regime especial de aquisição de bens de capital para exportadoras. A decisão atenderia reclamação aberta pela União Europeia e Japão.

Conta a reportagem que, pela magnitude da derrota que poderá ser sofrida, o governo Michel Temer poderá acabar forçado a reajustar programas para não sofrer o risco de retaliação por parte de parceiros, embora ainda caiba recurso no Órgão de Apelação. A acusação é que políticas implementadas na gestão da petista no setor industrial se enquadrariam em discriminação tributária, subsídios via conteúdo local e vinculados à exportação, o que discriminaria o produto estrangeiro e atropelaria as regras internacionais.