Ex-ministro

Polícia Federal prende Geddel após descoberta de “bunker” com R$ 51 milhões

Detenção foi determinada pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Polícia Federal prendeu preventivamente na manhã desta sexta-feira (8) o ex-ministro Geddel Vieira Lima, após descoberto em seu apartamento R$ 51 milhões. A prisão foi determinada pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal de Brasília, o mesmo que autorizou a Operação Tesouro Perdido, que descobriu o “bunker” com a enorme quantia de dinheiro.

Segundo as informações, sete agentes entraram no condomínio do ex-ministro por volta das 6h00 e realizaram a prisão. Além de Geddel, a Política Federal cumpre mandado de prisão contra Gustavo Ferraz, assessor do ex-ministro, como também realiza outros três de busca e apreensão. “As medidas são necessárias para evitar a destruição de elementos de provas imprescindíveis à elucidação dos fatos”, afirmou o MPF (Ministério Público Federal).

O ex-ministro cumpria prisão domiciliar desde julho, após ter sido detido por suspeita de tentar interferir nas investigações sobre fraudes na Caixa Econômica Federal, mas não estava sendo monitorizado por tornozeleira eletrônica, já que o governo da Bahia alegou que não tinha o equipamento.

PUBLICIDADE