Operação Lava Jato

Polícia Federal marca depoimento de Marcelo Odebrecht para a próxima quinta-feira

Esta será a primeira vez que Marcelo Odebrecht será ouvido pelos policiais desde que foi preso, em junho e, como a prisão dele é em caráter preventivo, não há data para que ele venha a responder às acusações em liberdade

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A Polícia Federal marcou o depoimento do presidente da construtora Odebrecht, Marcelo Odebrecht, para a próxima quinta-feira (16). O empreiteiro está preso em Curitiba desde o dia 19 de junho, quando a Polícia Federal deflagrou a 14ª fase da Operação Lava Jato, chamada Erga Omnes. Ele é suspeito de participar do esquema de fraudes na Petrobras.

Esta será a primeira vez que Marcelo Odebrecht será ouvido pelos policiais desde que foi preso, em junho e, como a prisão dele é em caráter preventivo, não há data para que ele venha a responder às acusações em liberdade. Também não há uma denúncia formal contra o executivo.

O desembargador João Pedro Gebran, da Justiça Federal, negou no final de junho o pedido de liberdade feito pela defesa do presidente da Odebrecht, Marcelo Odebrecht, preso na décima quarta fase da Operação Lava Jato. O magistrado entendeu que o empreiteiro deve continuar preso porque tem capacidade de continuar atuando em contratos da empresa com a Petrobras.

Aprenda a investir na bolsa

As investigações revelam que as empreiteiras Odebrecht e Andrade Gutierrez lideravam um cartel de empreiteiras que superfaturavam contratos da Petrobras. Os presidentes das duas construtoras, Marcelo Odebrecht e Otávio Marques Azevedo, foram presos.