Policia federal diz já ter elementos suficientes para indiciar Antonio Palocci

Participação do ex-ministro na operação de quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo estaria comprovada

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Ressaltando que já existem elementos suficientes para comprovar a participação de Antonio Palocci na operação de quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa, a Polícia Federal declarou nesta segunda-feira, dia 3 de abril, que o ex-ministro da Fazenda deve mesmo ser indiciado.

O ministro deverá responder pelos crimes de quebra de sigilo funcional e abuso de poder e terá de comentar as declarações do presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, que na última semana disse ter entregado pessoalmente à Palocci os extratos bancários de Nildo.

Atestado médico adia depoimento

A Polícia Federal intimou Palocci na última semana. No entanto, o ministro alegou problemas de saúde. Sob a tutela de um atestado médico de quatro dias, não compareceu para depor.

Aprenda a investir na bolsa

Responsável por tomar conta de uma mansão localizada em Brasília e que foi alugada por Vladimir Poleto, ex-assessor do ministro na época em que este era prefeito de Ribeirão Preto, Nildo acusa Palocci de freqüentar o lugar, que seria utilizado para partilha de dinheiro, negociações escusas e festas com prostitutas.