PMDB ganha Ministério da Agricultura e passa a controlar cinco pastas

Para o cargo, PMDB deve indicar o deputado Odílio Balbinotti (PR), maior produtor individual de sementes de soja do Brasil

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Agora é confirmado. O PMDB, maior legenda partidária do Brasil, terá sob o seu comando o Ministério da Agricultura. Com isso, o partido passa a controlar cinco pastas no segundo mandato de Lula: Comunicações, Minas e Energia, Saúde, Integração Nacional e Agricultura.

Segundo o presidente nacional do partido, o deputado Michel Temer (SP), o PMDB terá o direito de indicar o nome para o Ministério da Agricultura. Aparentemente, o partido deve propor para o cargo o nome do deputado Odílio Balbinotti (PR), maior produtor individual de sementes de soja do país.

Posse será nesta sexta-feira

Segundo Michel Temer, os cinco ministros do PMDB tomam posse nesta sexta-feira (16), em Brasília. “O partido foi atendido nas suas reivindicações. Saímos satisfeitos. Foi uma decisão do presidente compatível com aquilo que o PMDB esperava”, disse o presidente nacional do partido.

Aprenda a investir na bolsa

A conquista do Ministério da Agricultura pelo PMDB veio a agradar os intentos da bancada do partido na Câmara, que queria o direito de indicar nomes para dois ministérios a fim de se igualar à cota do Senado.

Após muita insistência, o PMDB-Câmara conseguiu o controle das pastas da Agricultura e da Integração Nacional, se igualando ao PMDB-Senado, que controla as pastas de Comunicações e Minas e Energia.