Segundo jornal

PF vê risco de confronto em possível operação para prender Lula em sindicato

Segundo o site do jornal Folha de S.Paulo, delegados dizem que haverá uma avaliação constante para definir o melhor momento de realizar a prisão

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A Polícia Federal descarta, até o momento, o envio de agentes ao Sindicado dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), onde é possível que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva permaneça, para prenderem o líder petista. A informação é do site do jornal Folha de S.Paulo.

Na última quinta-feira, o juiz federal Sérgio Moro deu prazo de até as 17h (horário de Brasília) desta sexta-feira para Lula se entregar à PF em Curitiba (PR). A decisão ocorre antes do fim do prazo para a defesa apresentar embargos secundários na segunda instância, fixado em 10 de abril.

Ainda segundo a Folha de S.Paulo, a avaliação dos delegados da PF é de que uma ação no sindicato poderia acabar em confronto e colocar em risco a vida de pessoas. Delegados ouvidos pela reportagem disseram que haverá uma avaliação constante para definir o melhor momento de realizar a prisão caso Lula não se apresente. A tendência poderia ser a busca de uma “saída amigável”.