PF indicia 13 envolvidos no caso Satiagraha e vê Dantas como líder da organização

Já irmã do banqueiro foi apontada como "sub-chefe"; Greenhalgh por sua vez será alvo de inquérito policial apartado

SÃO PAULO – Treze envolvidos na investigação do caso Satiagraha foram indiciados pela Polícia Federal (PF), entre eles, Daniel Dantas, apontado como “capo” (cabeça) da organização, sua irmã Verônica e também diretores e gerentes do fundo Opportunity.

Segundo o relatório da PF, Dantas foi indiciado por corrupção ativa e gestão fraudulenta de instituição financeira, enquanto sua irmã foi classificada como “sub-chefe da organização criminosa”, que apresentou uma movimentação irregular de US$ 1,9 bilhõs em paraísos fiscais.

Ao ex-deputado do PT, Luiz Eduardo Greenhalgh e ao lobista Guilherme Henrique Sodré foram atribuídos os papéis de “integrantes de escalão especial”. Desta forma, os dois serão alvo de inquérito policial apartado.

Indiciamento

PUBLICIDADE

O ato de indiciamento dos acusados ocorreu na última sexta-feira (18), mesmo dia em que o delegado Protógenes Queiroz, encarregado do caso, abandonou as investigações, sob o pretexto oficial de fazer o Curso Superior de Polícia, em Brasília.