Operação Lava Jato

PF deflagra a 29ª etapa da Operação Lava Jato

Operação ocorre em Brasília, Pernambuco e Rio de Janeiro

SÃO PAULO – Em operação batizada de “Repescagem”, a Polícia Federal cumpre nesta segunda-feira (23) a 29ª fase da Operação Lava Jato em Brasília, Pernambuco e Rio de Janeiro. 

Estão sendo cumpridos seis mandados de busca e apreensão, um de prisão preventiva e dois mandados de prisão temporária. A prisão preventiva é contra João Cláudio Genu e são cumpridos dois mandados de busca na casa e no apartamento dele, no Rio de Janeiro. As prisões temporárias são contra Lucas Amorim Alves e Humberto do Amaral Carrilho.

A PF informou que um dos investigados foi assessor do ex-deputado federal José Janene e tesoureiro do Partido Progressista. “Foi, juntamente com o deputado, denunciado na Ação Penal 470 do STF (Mensalão), acusado de sacar cerca de um milhão e cem mil reais de propinas em espécie das contas da empresa SMP&B Comunicação Ltda., controlada por Marcos Valério Fernandes de Souza, para entrega a parlamentares federais do Partido Progressista, no escândalo criminal conhecido vulgarmente por Mensalão”. 

Os mandados foram expedidos pela 13ª Vara Federal de Curitiba em investigação de crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e  corrupção passiva e ativa envolvendo verbas desviadas da Petrobras.