Operação Acrônimo

PF cumpre mandado de busca na casa do governador de Minas Fernando Pimentel, diz Valor

Segundo o jornal, a sua equipe de reportagem flagrou dois automóveis da PF estacionados em frente ao imóvel do governador

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Segundo informações do jornal Valor Econômico, a Polícia Federal cumpre nesta quinta-feira mandado no apartamento do governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), no bairro de Serra, em Belo Horizonte (MG).

Segundo o jornal, a sua equipe de reportagem flagrou dois automóveis da PF estacionados em frente ao imóvel do governador. 

As buscas são feitas no âmbito da Operação Acrônimo e a investigação corre sob sigilo porque envolve suspeitas de irregularidades na campanha do governador mineiro. 

Aprenda a investir na bolsa

No final de maio, a PF fez buscas em imóvel da primeira-dama de Minas Gerais, Carolina Pimentel. A Operação Acrônimo investiga esquema e lavagem de dinheiro envolvendo colaboradores da campanha do petista ao Palácio Tiradentes, em 2014.

No dia 28 de maio, a Polícia prendeu em flagrante, cinco pessoas, entre elas, o ex-assessor do Ministério da Cidades Marcier Trombiere; Benedito de Oliveira Neto, conhecido como Bené e dono da Gráfica Brasil; Pedro Augusto de Medeiros, apontado como laranja de Benedito; e Victor Nicolato, sócio de Benedito. Quatro foram detidos por associação criminosa e um por posse ilegal de arma.

Ambos haviam sido detidos pela PF em outubro do ano passado quando agentes apreenderam R$ 113 mil em uma aeronave que chegava ao Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitscheck. A ação deu início a Operação Acrônimo. No ano passado, Bené atuou na campanha do então candidato e atual governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT).