Petrobras negocia crédito e parcerias para exploração com chineses

Viagem de comitiva presidencial à China também ajuda companhia a obter recursos para investir nas reservas do pré-sal

SÃO PAULO – A viagem da presidente Dilma Rousseff à China parece já render frutos à Petrobras (PETR3,PETR4). A estatal brasileira e a Sinopec firmaram acordo para exploração  em conjunto de gás em campos offshore da bacia Pará-Maranhão, no norte do País, de acordo com declarações do presidente da Petrobras – José Sergio Gabrielli.

Em 2010, a Sinopec já havia entrado em acordo preliminar com a Petro para compra de participação em dois blocos na região, BM-PAMA-3 e BM-PAMA04, além de ter investido US$ 7,1 bilhões em participações nas bacias de Campos, Santos e Espírito Santo.

Novo financiamento para infraestrutura
Além disso, o jornal Valor Econômico afirmou nesta manhã que o Banco de Desenvolvimento da China e a Petrobras poderão negociar um novo empréstimo, superior aos US$ 10 bilhões oferecidos em 2009.

PUBLICIDADE

Entretanto, o presidente José Sergio Gabrielli evitou dar maiores detalhes quanto aos valores envolvidos na operação e a assessoria de imprensa da estatal evitou comentar a questão.