Mídia Internacional

Petrobras é o “bebê gigante multibilionário” de Dilma, diz Guardian

Além das brincadeiras, jornal britânico aponta presidente como "dona de ferro" brasileira após cancelar viagem aos EUA

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff foi alvo recente na seção de humor do jornal britânico The Guardian, conhecida como “Passnotes”. O texto, escrito em tom de ironia, compara logo no início a aparência de Dilma com a do ator de comédia norte-americano Jack Black (“Escola de Rock”), e afirma que ela precisou passar por uma transformação completa para que fosse considerada elegível quando se candidatou ao cargo. 

Além das brincadeiras, Dilma é apresentada como a “dama de ferro” brasileira, por conta de sua determinação. Isso porque no início da semana a presidente decidiu adiar sua visita aos Estados Unidos por causa de denúncias de que a NSA (Agência de Segurança Nacional, na sigla em inglês) norte-americana teria espionado conversas da própria Dilma, além de dados da Petrobras (PETR3; PETR4). 

E, por que isso seria um problema para ela?, questiona o texto. A resposta, segundo a publicação, deve-se, além do fato de que as pessoas não gostam de ser espionadas, “Dilma é muito protetora quando se trata da Petrobras, assim como são as pessoas do Brasil”, mencionando a estatal como a maior empresa do país e que produz mais de 90% do petróleo e gás natural brasileiro. “Além disso, Dilma foi presidente do conselho de administração da empresa por sete anos, tornando-a uma espécie de bebê gigante multibilionário”, destaca. 

Aprenda a investir na bolsa