Governo

Petistas avaliam montar “bunker” no Alvorada caso impeachment passe, diz O Globo

"Vamos fazer o nosso bunker. O Temer ocupa o Planalto e nós ficamos no Alvorada indo às ruas todos os dias", disse um petista

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Já em uma preparação para uma eventual derrota no plenário da Câmara dos Deputados no próximo domingo (17), integrantes do PT estariam planejando um esquema que pode servir como última frente de batalha antes da votação no Senado.

De acordo com o jornal O Globo, petistas dizem que, se afastada pelo Senado, após a decisão na Câmara, Dilma Rousseff ainda pode ficar no Palácio da Alvorada, residência oficial do presidente, por seis meses, de onde pretendem montar uma espécie de “bunker” da resistência.

“Vamos fazer o nosso bunker. O Temer ocupa o Planalto e nós ficamos no Alvorada indo às ruas todos os dias. Ele assumindo vai ter que botar em prática um plano econômico duríssimo, que vai nos dar munição. Agora é guerra e campanha eternas”, disse um petista para a publicação.

PUBLICIDADE

Nestes últimos dias antes da votação na Câmara a situação do governo tem ficado cada vez mais complicada. Além da derrota na comissão especial na última segunda-feira (12), diversos partidos estão decidindo apoiar o impeachment de Dilma, sendo os mais recentes o PP, PRB e PSB. Nesta quarta o PSD também faz reunião para decidir sua posição e a tendência é que, mesmo liberando o voto, a maioria dos deputados fiquem a favor da saída da presidente. 

Especiais InfoMoney:

Carteira InfoMoney rende 17% no 1º trimestre; 5 novos papéis entraram no portfólio de abril

Trader que perdeu R$ 285.000 com Telebras conta como deu a volta por cima

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa