Retaliação

Petista pede convocação e quebra de sigilo fiscal de superintendente do instituto FHC

"O presidente do Instituto Lula (Paulo Okamotto) foi convocado porque a entidade recebeu doação da Camargo Corrêa. Se isso é critério para ser investigado na CPI, então que venha o (Sérgio) Fausto", afirmou Jorge Solla

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após o protesto do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o deputado Jorge Solla (PT-BA) protocolou na CPI da Petrobras (PETR3;PETR4) pedidos de convocação e quebras do sigilo fiscal, bancário e telefônico de Sérgio Fausto, superintendente executivo do Instituto FHC. O pedido é uma retaliação à convocação do diretor-presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, na semana passada. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 

 “O presidente do Instituto Lula (Paulo Okamotto) foi convocado porque a entidade recebeu doação da Camargo Corrêa. Se isso é critério para ser investigado na CPI, então que venha o Fausto: o IFHC recebeu da Camargo Corrêa em 2011, recebeu em 2002, recebeu até da Sabesp, uma empresa pública controlada pelo governo do PSDB de São Paulo”.

Solla acusa a comissão de agir parcialmente contra o PT. Ontem, a bancada do partido na Câmara reagiu à convocação de Okamotto e anunciou que apresentará recurso no plenário contra a aprovação em bloco de 140 requerimentos, entre eles o que envolve o diretor-presidente do Instituto Lula.

PUBLICIDADE