Política

Petista entra com habeas corpus para que Lula não deponha na Lava Jato

Segundo o jornal O Estado de S. Paulo, o presidente do PT de Itaperuna (RJ) entrou com o pedido para evitar que o ex-presidente fale em audiência marcada para segunda-feira

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Após a confusão da última sexta-feira (4), quando o ex-presidente Lula foi levado para depor na Polícia Federal, o juiz Sergio Moro marcou para a próxima segunda-feira (14) o depoimento do petista como testemunha de defesa do pecuarista José Carlos Bumlai.

Porém, o presidente do PT de Itaperuna (RJ), Ralph Anzolin Lichote, entrou hoje com um habeas corpus no Tribunal Regional Federal da 4ª Região em nome de Lula para evitar que ele tenha que depor. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O depoimento do ex-presidente está programado para ocorrer por vídeo conferência, o que está sendo bastante usado na Lava Jato. O pecuarista foi preso na Operação Passe Livre no dia 24 de novembro de 2015 por envolvimento no empréstimo supostamente fraudulento que fez de R$ 12 milhões, em outubro de 2004, junto ao Banco Schahin. O destinatário final do montante foi o PT, segundo o próprio Bumlai.

Aprenda a investir na bolsa