Mercado

Petista é acusado de oferecer propina a conselheiro da Anatel em nome da Oi

Segundo reportagem da Veja, deputado federal Vicente Cândido (PT-SP) ofereceu "honorários" para Bechara, em reunião realizada em Brasília, para que atuasse em favor da operadora

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O deputado federal Vicente Cândido (PT-SP) é acusado de oferecer propina a um conselheiro da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) para favorecer a operadora Oi (OIBR3; OIBR4), de acordo com reportagem da revista Veja

Segundo a publicação, o parlamentar se reuniu em Brasília com Marcelo Bechara, conselheiro da Anatel, indicado para o cargo pelo PMDB, em 6 de agosto, para tratar da cobrança de multas bilionárias aplicadas à Oi pela agência. Na ocasião, Cândido teria oferecido propina para Bechara para que atuasse a favor da operadora, que possui atualmente dívidas que somam mais de R$ 10 bilhões – cifra astronômica, ainda mais quando comparado com o seu valor de mercado, estimado em menos de R$ 8 bilhões.   

Isso porque o destino da Oi é motivo de preocupação para o governo do ex-presidente Lula, uma vez que a fusão da empresa com a Brasil Telecom, um dos maiores negócios da história do setor, ocorreu em 2008 com apoio do governo. Com isso, a possibilidade do insucesso da empresa causar danos políticos às próximas eleições em que o PT pretenda estender sua permanência no poder, aponta a publicação. Em resposta à Veja, Cândido admitiu ter perguntado a Bechara “se ele tinha honorários”. O deputado confirmou ter atuado a favor da operadora, mas afirmou que não recebeu por isso. 

Aprenda a investir na bolsa