Apelo ao Congresso

Petição reúne assinaturas para que o Congresso “não jogue a LRF no lixo”

Até a manhã de hoje, a petição reuniu 2.007 assinaturas, acima da meta dos organizadores, que era de chegar a 2 mil

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A discussão sobre a mudança da meta do superávit primário vem gerando discussões acaloradas no Congresso, mas o debate vai bem além de uma disputa entre o governo e a oposição. 

De modo a mostrar contrariedade ao projeto e tentar impedir a flexibilização da meta, uma petição criada no site Avaaz pede para que o Congresso não “jogue no lixo a LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal) ao aprovar a proposta que desobriga o governo a cumprir a meta de superávit neste ano. Até a manhã de hoje, a petição reuniu 2.007 assinaturas, acima da meta dos organizadores, que era de chegar a 2 mil. 

“A Lei de Responsabilidade Fiscal é uma conquista da sociedade brasileira. O descontrole das contas públicas terá como consequências a perda de credibilidade do Governo Federal, o aumento do endividamento, o aumento da inflação e a recessão econômica. Nós já assistimos a esse filme durante os anos 80, e não merecemos vê-lo de novo!”, afirma.

PUBLICIDADE

Segundo o jornal O Globo, a iniciativa foi de economistas da PUC-Rio e teriam assinado a lista economistas como Edmar Bacha, Elena Landau e José Roberto Afonso. 

Tudo depende do Congresso, especificamente, dos líderes dos partidos e dos membros da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), cujo presidente é o Sr. Devanir Ribeiro (PT-SP)! Por isso precisamos congestionar as linhas telefônicas dos parlamentares e exigir que não deixem desmoralizar a Lei de Responsabilidade Fiscal de uma vez por todas!”, ressalta a petição.