Eleições americanas

Pete Buttigieg decide abandonar disputa do Partido Democrata à presidência dos EUA

Decisão ocorre após início de campanha surpreendente para o jovem ex-prefeito de South Bend, e agora pode favorecer candidaturas de centro

(Wikimedia)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Depois de um início de campanha surpreendente, Pete Buttigieg, 38, ex-prefeito de South Bend (Indiana), decidiu deixar a disputa entre os Democratas para representar o partido nas eleições presidenciais dos Estados Unidos contra o republicano Donald Trump.

A informação, antecipada por diversos veículos de imprensa norte-americanos, foi anunciada oficialmente na noite de domingo (1). Em discurso a apoiadores na cidade que governou, Buttigieg não disse se apoiaria algum outro candidato. “Porém, vou fazer de tudo ao meu alcance para eleger o candidato escolhido pelo Partido Democrata”, disse.

O movimento ocorre após projeções mostrarem que o pré-candidato não conquistou nenhum delegado na primária do último sábado (29), realizada na Carolina do Sul, e depois de uma recuperação expressiva de Joe Biden, ex-vice-presidente no governo Barack Obama, na disputa.

Aprenda a investir na bolsa

A decisão de Buttigieg é vista como uma boa notícia para candidaturas como a de Biden e do bilionário Michael Bloomberg, já que reduz o nível de fragmentação do centro nas primárias democratas, e torna mais difícil o trabalho do autodeclarado socialista Bernie Sanders.

Os efeitos do movimento já poderão ser sentidos na chamada Super Terça, que ocorre em dois dias, considerada data mais importante para a disputa até o momento, quando votarão os filiados ao Partido Democrata em 14 estados e um território — o que corresponde a cerca de 1/3 de todos os delegados em disputa pelos pré-candidatos.

Jovem e desconhecido por boa parte dos americanos até o início da campanha, “Mayor Pete” (em português, “Prefeito Pete”, como costuma ser chamado) chamou atenção por uma largada surpreendente na disputa, quando venceu por margem apertada o primeiro caucus, realizado em Iowa, e chegou em segundo lugar no pleito seguinte, em New Hampshire.

Mas a campanha vinha perdendo fôlego e recursos nas últimas semanas. Homossexual casado, cristão e veterano de guerra do Afeganistão, formado em História e Literatura em Harvard, o pré-candidato era considerado uma figura de centro dentro das opções apresentadas nas primárias democratas.

Buttigieg é o segundo pré-candidato democrata a desistir da corrida presidencial no partido. Ele fez história por ser o primeiro homossexual declarado a angariar delegados na disputa interna do partido. Um dia antes, ao final da primária em South Carolina, o magnata ambientalista Tom Steyer decidiu deixar a disputa.