Política

Pesquisas mostram Dilma na frente e afastam Lula da disputa, mas governo segue alerta

Últimas pesquisas mostram Dilma bem à frente de Aécio e Campos nas eleições presidenciais, mas estancamento da aprovação da presidente mostra cenário cauteloso para ela

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – A presidente Dilma Rousseff venceria a disputa para a reeleição caso as eleições fossem realizadas hoje, de acordo com pesquisa realizada pelo instituto Vox Populi em parceria com a Carta Capital. Dilma Rousseff teria 41% da intenção de votos, quase o dobro da soma dos seus principais adversários. Aécio Neves, do PSBD, tem 17% das intenções de voto, enquanto Eduardo Campos, do PSB, possui 6%. 

Os demais prováveis candidatos não somam mais de 1% das intenções. A pesquisa realizada também mostrou que cerca de 20% dos eleitores não responderam ou não sabem em quem vão votar ainda. Outros 15% afirmaram que devem votar em nulo ou em branco.  A atual presidente possui mais apoio entre eleitores de municípios pequenos (49%), idosos (47%), pessoas com nível escolar mais baixo (47%) e pessoas com renda de até dois salários mínimos (50%). 

A margem de erro da pesquisa é de 2,1 pontos percentuais para mais ou para menos. O levantamento foi feito entre 13 e 15 de fevereiro com 2.201 eleitores em 161 municípios de todas as regiões do Brasil. 

PUBLICIDADE

Este cenário também se confirma no levantamento do Datafolha, mostrando que a presidente Dilma possui 44% das intenções de voto, contra 16% de Aécio Neves e 9% de Eduardo Campos. No cenário mais provável, com Aécio Neves e Eduardo Campos, Dilma possui 44% das intenções, contra 16% de Aécio e 9% de Eduardo Campos. Os candidatos nanicos teriam 5% das preferências dos eleitores.

Sem estes candidatos, o levantamento do Datafolha mostra uma vantagem folgada para Dilma tem 47% dos votos e venceria no primeiro turno, caso a eleição fosse hoje. Nesse cenário, Aécio teria 17% e Campos 12%. Aqueles que declararam a intenção de votar em branco ou nulo seria a opção de 18%. Enquanto isso, outros 6% responderam que não saberiam em quem votar. O único cenário onde Dilma não vence no primeiro turno é aquele que Marina Campos participa no lugar de Campos.

Como destaca a LCA Consultores, a presidente Dilma continua firme na dianteira das pesquisas, o que torna improvável a candidatura do ex-presidente Lula. “A vantagem da presidente ressalta a grande dificuldade das candidaturas de oposição neste momento: baixo nível de conhecimento, atrelado à desconfiança de que nem Aécio Neves nem Eduardo Campos têm condições de responder aos anseios de mudança manifestado pela maioria da população”.

Por outro lado, avalia, o estancamento, com possível viés de baixa, na avaliação do governo, também de acordo com as últimas pesquisas, indica desconforto da opinião publica em relação ao governo Dilma e pode antecipar algum solavanco no nível de intenção de voto da presidente mais à frente, avaliam os consultores.