AO VIVO VP da Raia Drogasil conversa ao vivo com gestor; veja stock picking acontecendo na prática

VP da Raia Drogasil conversa ao vivo com gestor; veja stock picking acontecendo na prática

Pesquisa: eleitores insatisfeitos com sistema político e eleitoral

Brasileiros são contra voto obrigatório e gostariam de incluir o parlamentarismo no sistema político nacional

SÃO PAULO – Pesquisa realizada pelo DataSenado, com 1.094 eleitores em 27 capitais do País, constatou que a maioria da população está insatisfeita com o atual panorama da área política e eleitoral e que o voto obrigatório e o presidencialismo representam grandes descontentamentos.

Dos entrevistados, 49% acreditam que as campanhas políticas devem receber apenas contribuições do setor privado, enquanto 31% são favoráveis ao financiamento público de campanhas eleitorais. Já 13% dos entrevistados defendem o financiamento misto e 7% não quiseram opinar.

Voto obrigatório e mandatos

Outro ponto de bastante descontentamento é a obrigatoriedade dos votos. Do total de entrevistados, 61% disseram acreditar que o fato do voto ser obrigatório é negativo e não gera comprometimento do eleitor.

PUBLICIDADE

A pesquisa mostrou ainda que a rejeição a esta obrigação aumenta à medida em que aumenta o nível de escolaridade dos eleitores. Mais de 70% das pessoas que concluíram o ensino superior são desfavoráveis à obrigatoriedade.

Para 57% dos entrevistados, as eleições deveriam ser unificadas, de quatro em quatro anos, ou seja, a população deveria eleger os políticos para todos os cargos, em um único pleito.

A maioria dos entrevistados (72%) também se mostrou satisfeita com o mandato de 4 anos, para presidente, governador e prefeito. Desse total, 42% são a favor da reeleição e 30% se mostraram contrários a ela; 15% preferem que o tempo do mandato aumente para 5 anos e 11% afirmam que poderia aumentar para 6 anos.

Sigilo bancário e sistema político

Grande parte dos entrevistados, 61%, se disseram contrários ao sigilo bancário e fiscal dos ocupantes de cargos eletivos e 35% disseram achar certo eles terem direito ao sigilo.

Atualmente a lei garante o sigilo para todos os cidadãos brasileiros. Apenas a Justiça pode determinar a quebra do sigilo bancário e fiscal de uma pessoa.

Curiosamente, a pesquisa revelou ainda que 56% dos eleitores estão insatisfeitos com o presidencialismo – que foi escolhido pela população em um plebiscito de 1993 – e que preferiam uma revisão no sistema de governo, envolvendo o parlamentarismo e o presidencialismo.

Apenas 23% dos entrevistados estão satisfeitos com o atual sistema político brasileiro.