Pesquisa CNT-Sensus aponta queda na avaliação de desempenho do governo Lula

Estudo mostrou que 64% dos entrevistados aprovam o desempenho pessoal de Lula, mas a avaliação do governo caiu

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Entre abril e junho, a avaliação do desempenho pessoal do presidente Lula melhorou 0,3 ponto percentual, com 64% dos entrevistados aprovando seu trabalho. Já a avaliação positiva do governo caiu 2 pontos percentuais, e foi para 47,5%.

Os dados são da 89ª Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) junto ao instituto Sensus, que avaliou o desempenho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do seu governo durante abril e junho de 2007.

Os dados fazem parte do índice de Satisfação do Cidadão, divulgado nesta terça-feira (26). Foram entrevistadas 2.000 pessoas em 136 municípios, distribuídos em 24 estados de todas as regiões do País entre os dias 18 a 22 de junho. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

Avaliação do Governo.
A pesquisa demonstrou que os índices foram dependentes do desempenho econômico, da renda, da geração de emprego e dos programas sociais do governo Lula.

Aprenda a investir na bolsa

O responsável pela pesquisa, Ricardo Guedes, avaliou que “pela pesquisa, Lula é isento dos problemas políticos, tem carisma pessoal maior do que seu próprio governo e conta com a estabilidade da economia”.

A crise aérea, um dos principais problemas do governo do Lula, também foi pauta da pesquisa, e, para 58,8% dos entrevistados, o governo pode resolver a situação, enquanto 35,5% não acreditam em uma solução imediata para os problemas nos aeroportos.

Reforma Política

A Reforma Política é conhecida por 46,8% dos entrevistados pela Pesquisa. Na outra ponta, 51,5% desconhecem o tema. Entre aqueles que conhecem, 50,5% aprovam a Fidelidade Partidária e 40,7% não.

Para 59,1% dos que conhecem o fato, a Reforma Política não será votada este ano e 27,2% acreditam que sim. A preferência partidária do brasileiro foi também pauta, e o PT ficou com 10,0%; o PMDB, com 4,7% e o PSDB, com 3,6%.