Mais um cancelamento

Paulo Guedes cancela palestra em evento do Goldman Sachs

o ministro deu como motivo para não ir ao evento a crise entre Jair Bolsonaro e o Congresso

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Após a confusão gerada por seu cancelamento à CCJC (Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania), o ministro da Economia, Paulo Guedes, cancelou agora uma palestra que daria em um evento do Goldman Sachs na próxima segunda-feira (1) e que contaria com a presença de 500 empresários.

Na última terça, Guedes cancelou sua ida à CCJC após ter sido alertado por aliados do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, de que haveria um esvaziamento da comissão.

A preocupação era ficar muito exposto, sendo sabatinado apenas por integrantes da oposição. Líderes de partidos independentes a Bolsonaro que estão descontentes com o governo articulavam um boicote ao debate com o ministro. 

PUBLICIDADE

Em meio ao impasse, o presidente da comissão, deputado Felipe Francischini, disse que o projeto da Previdência será votado na CCJC até dia 17 de abril. Acompanhado de deputados e líderes do partido, ele reuniu-se por uma hora e meia com Paulo Guedes e com o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, para definir o posicionamento da legenda.

O presidente da CCJ disse que o relator da reforma da Previdência na comissão deve sair ainda esta semana. Ele não indicou se o deputado será do PSL, apenas disse que está trabalhando com diversos nomes.

Francischini justificou também a decisão de Guedes de não comparecer à comissão enquanto não houver um relator escolhido para análise do projeto. “O que o ministro entende é que é importante que haja um relator designado até a ida dele à comissão até para que ele esclareça algumas dúvidas do relator. Acho que é um ponto com bastante discernimento, e estamos avaliando essa questão”, disse.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos