AO VIVO Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Renda extra imobiliária: Como montar uma carteira vencedora de FIIs; assista

Paulistano gasta, em média, R$ 67,30 por ano com livros, afirma pesquisa Ibope

Segundo levantamento, classes A e B são responsáveis por 92% dos gastos com livros e publicações impressas na cidade

SÃO PAULO – A leitura no Brasil não é uma prática que se expande entre a maioria da população, ainda mais quando se trata na hora de comprar um livro.

Um levantamento feito pelo Ibope apontou que o paulistano gasta, em média, R$ 67,30 por ano com livros. Somente a cidade de São Paulo consome 14% da categoria comercializada em todo o País.

As classes A e B são responsáveis por 92% dos gastos com livros e publicações impressas na cidade. As demais fatias sociais, C e E, representam apenas 7% e 0,5%, respectivamente.

PUBLICIDADE

Estado
Se considerarmos o estado de São Paulo, ele detém 38% do total de livros comercializados e registra um consumo per capita anual com livros e publicações impressas de R$ 47,70. 

Nesse âmbito, as classes A e B são responsáveis por 87% dos gastos, enquanto a classe B responde por 56%, a C por 12% e a DE, juntas, por 1%.

Para o diretor de geonegócios do Ibope Inteligência, Antônio Carlos Ruótolo, o livro ainda é um produto consumido pelas classes A e B. “O grande desafio do setor editorial é fazer o livro crescer na classe C, que já consome informação pela internet, mas nem tanto pelos livros”, conclui.

Se compararmos a prática de leitura com a França, por exemplo, onde, de acordo com dados da Embaixada da França no Brasil, se lê em média sete livros por ano, o brasileiro lê apenas 1,8. Em 2006, o faturamento das editoras no país europeu foi 2,9 bilhões de euros.

Bienal
Desta quinta-feira (12) até 22 de agosto, a cidade de São Paulo recebe a 21ª edição da Bienal Internacional do Livro, que acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi.