Confusão

Paulinho da Força é hostilizado em avião e confusão quase vira briga; veja vídeo

O protesto foi organizado por supostos bancários do Banco do Brasil que viajavam a Brasília

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os deputados Paulinho da Força (SDD-SP) e Beto Mansur (PRB-SP) foram hostilizados em um voo que seguia de São Paulo para Brasília na noite de domingo (19). Além de aliados do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), os dois estão entre os principais articuladores do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

O protesto foi organizado por supostos bancários do Banco do Brasil que viajavam a Brasília.”Faltou pouco para o tempo fechar”, afirmou Beto Mansur ao jornal Folha de S. Paulo.

Durante o voo, dois passageiros se levantaram, um com uma câmera para filmar tudo. Enquanto isso, outra pessoa começou a discursar ao lado do assento ocupado por Paulinho, afirmando que entre os passageiros estava o “Paulinho da Farsa Sindical”. Com isso, um grupo começou a gritar: “golpistas, fascistas, não passarão”.

Aprenda a investir na bolsa

O deputado ignorou as ofensas, abriu uma revista de bordo e ficou o tempo todo a folheando. Beto Mansur, que estava cinco fileiras à frente de Paulinho se levantou de sua cadeira e foi cumprimentar o colega. E disse em voz alta que estava “com ele”.

“Eu estava sentado na primeira fileira. Tinha uns caras do meu lado, eu vi um negocio escrito “Fora Temer” nos cadernos deles, mas não falei nada. Mas, quando começaram a agredir o Paulinho, acabei me insurgindo porque estavam todos contra ele”, afirmou Mansur.

Veja 2 vídeos do momento: