Barganha política

Partidos médios dão prazo de uma semana para Dilma, diz UOL

Segundo blog de Fernando Rodrigues, partidos médios só ajudarão Dilma se houver chance real de vitória

SÃO PAULO – Com a oficialização da saída do PMDB da base aliada, o governo corre para recompor a base oferecendo verbas e cargos. Porém, o PP e outras siglas médias endurecem e dão prazo de uma semana para Dilma afinar as propostas, segundo informações do blog de Fernando Rodrigues, no UOL. 

A estratégia do Planalto é montar um bloco incluindo com PP, PR e PSD, para somar votos contra o impeachment, mas o grupo do vice-presidente Michel Temer também já contata os mesmo partidos.

Segundo Fernando Rodrigues, a própria presidente Dilma vem conversando com os representantes de tais siglas e vem falando em oferecer “mais espaço” no governo, oferecendo cargos e liberando “verbas à vista”.

Ela tem ouvido que a oferta é bem-vinda, mas será preciso criar ambiente de vitória, uma vez que essas legendas só entram no projeto para barrar o impeachment “se for para ganhar”. De outra forma, preferem esperar algumas semanas –para depois ir pedir cargos e verbas no gabinete de Michel Temer, que assume o Planalto caso o impeachment seja consumado.

Especiais InfoMoney:

As novidades na Carteira InfoMoney para março

André Moraes diz o que gostaria de ter aprendido logo que começou na Bolsa