Partidos japoneses querem que governo reduza 40% das emissões de CO2 até 2020

Essa meta levaria em conta os níveis de emissão de 1990. Partidos também querem redução de 95% até 2050

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Próximos da data limite do protocolo de Kyoto e sem nenhum avanço, partidos políticos do Japão querem que o governo do país estabeleça uma meta mais rigorosa para a redução da emissão de gás carbônico.

Segundo a agência de notícias Kyodo, um partido do governo e quatro da oposição querem que seja estabelecida a meta de reduzir entre 25% e 40% o volume de emissões até 2020, considerando os níveis que o Japão possuía em 1990.

Entre os que desejam essa atitude, estão o Novo Komeito, aliado ao governo, e os opositores Partido Democrata do Japão, Partido Comunista Japonês, Partido Social-Democrata e o Novo Partido Nippon.

Metas atuais

Aprenda a investir na bolsa

O país asiático já se comprometeu a reduzir as emissões entre 60% e 80% até 2050, considerando os níveis atuais. Porém, o governo não anunciou um plano para um curto período, e afirmou que isso só seria feito no próximo ano.

Além da redução para 2020, os cinco partidos políticos demonstraram serem a favor de uma redução de 80% a 95% nos níveis de emissão em relação a 1990.