Exoneração

Para não perder suplência na Câmara, Jungmann é exonerado do Ministério da Defesa por um dia

Exoneração consta em edição extra do Diário Oficial com data de 8 de agosto assinada pelo presidente Michel Temer

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Sem alarde, o ministro da Defesa Raul Jungmann foi exonerado do cargo, segundo consta em edição extra do Diário Oficial com data de 8 de agosto assinada pelo presidente Michel Temer. 

De acordo com o site da Rádio Jornal, do portal UOL, não houve a queda do ministro. Assessores afirmaram que a exoneração é burocrática e serve para ele não perdesse sua vaga de suplente na Câmara após as movimentações de ministros que voltaram ao parlamento recentemente para votar pautas do governo. De acordo com a assessoria do ministro, o nome de Jungmann será renomeado no Diário Oficial nesta quinta-feira (10). Em outubro de 2016, o ministro realizou o mesmo procedimento.

Confira a publicação no Diário Oficial: 

PUBLICIDADE