Para Mantega, meta de inflação em 4,5% mantém economia em ritmo saudável

O ministro da Fazenda negou superaquecimento na economia brasileira e disse que sua expansão mostra-se equilibrada

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta terça-feira (22), que a meta de inflação de 4,5% ao ano fixada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional) para 2012 “tem permitido manter a inflação sob controle e a expansão da economia, sem colocar o Banco Central em uma saia justa ou camisa de força”. As metas para 2010 e 2011 também são de 4,5% ao ano. 

Segundo o ministro, a meta se revela suficiente e razoável para o cumprimento dos objetivos do BC. Mantega reiterou que apesar da economia já estar desacelerando por conta de um reajuste de preços nos alimentos, a inflação deve ficar um pouco acima da meta neste ano, “em torno de 5%”. 

O ministro, no entanto, negou um superaquecimento na economia brasileira e disse que sua expansão está equilíbrada. “A economia caminha para um ritmo saudável, com crescimento em torno de 6% ou 6,5% ao final do ano”, declarou. 

Aprenda a investir na bolsa