Eleições

Para Lula, povo “tem obrigação moral” de reeleger Dilma Rousseff

Ex-presidente disse que manter Dilma no poder "é uma questão de responsabilidade, maturidade e consciência política"

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva continua a realizar atos políticos pedindo votos para a candidata do PT, Dilma Rousseff. Na noite desta quarta-feira (24) foi a vez de Mauá, no Grande ABC receber o político, que agora afirmou que o povo “tem obrigação moral” de reeleger a petista. Segundo ele, manter Dilma no poder “é uma questão de responsabilidade, maturidade e consciência política”.

Lula voltou a citar Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) e sua “amizade” com eles. “Quem está falando aqui é um companheiro de Aécio e uma companheiro de partido de Marina”, disse o ex-presidente, lembrando que conhece Marina a mais tempo que a Dilma. Ele também afirmou que “dorme tranquilo” por defender a petista para reeleição.

“Ela é brava como toda pessoa responsável e ela tem 200 milhões de filhos para cuidar”, ressaltou Lula ao falar sobre o comportamento de Dilma, que muitos acreditam ser menos “amigável”. Sobre os “200 milhões de filhos”, o ex-presidente voltou a usar a expressão após ter dito na última semana que escolheu Dilma para cuidar desta “família”.

Aprenda a investir na bolsa

Lula também seguiu a linha de discurso de sua candidata ao falar sobre a crise internacional. Segundo ele, o Brasil conseguiu manter os empregos enquanto o mundo sofria com os problemas econômicos. “O Brasil é o país que menos sofreu os efeitos da crise internacional por conta da presidente Dilma que soube cuidar do país com muito carinho”, completou.