Fúria petista

Para Lula, eleitorado de Marina tem “obrigação” de votar em Dilma

O ex-presidente manteve o discurso ofensivo dos últimos dias e reforçou que ainda não consegue entender o ódio e a "loucura" contra o PT na campanha.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não recuou e manteve o discurso agressivo contra o presidenciável do PSDB, Aécio Neves, durante discurso em Porto Alegre. em ato de campanha a favor de Dilma Rousseff, do PT, e de Tarso Genro, candidato ao governo do Rio Grande do Sul pela legenda petista. 

Irritado, o ex-presidente convocou o eleitorado de Marina Silva, ex-candidata à presidência pelo PSB que ficou em terceiro lugar no primeiro turno, a votar em Dilma.

“A nossa querida companheira Marina…Eu espero que, se eles se lembrarem da relação da Marina com o Tarso…Todo mundo que votou na Marina tem obrigacão moral e política de votar no Tarso e na Dilma. Não tem outro voto, porque votar no Aécio é votar no atraso”, disse Lula. 

Aprenda a investir na bolsa

Além disso, o líder petista reforçou que ainda não consegue entender o ódio e a “loucura” contra o PT na campanha. “Parece que é uma luta de classes”, concluiu.