Para Lula, Brasil e Japão precisam estreitar as relações de forma sólida

Para o presidente do Brasil, a adoção do modelo de TV Digital japonês e as exportações de álcool podem contribuir

SÃO PAULO – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse, na última quarta-feira (30), que o Brasil e o Japão precisam estreitar as relações de forma sólida. A afirmação foi feita durante cerimônia de comemoração dos 50 anos da empresa japonesa Toyota, no Brasil.

De acordo com a Agência Brasil, Lula também lembrou que o Japão foi um dos grandes investidores no Brasil, durante a década de 1960, e que, enquanto o mercado dos dois países se afastava, os povos se aproximavam.

Etanol e TV Digital

Para o presidente, a entrada do etanol no Japão pode iniciar uma parceria. “Penso que o Japão, já que o Protocolo de Kyoto foi assinado lá, não pode deixar de dar essa contribuição ao planeta, construindo essa parceria”, afirmou.

PUBLICIDADE

O Brasil e o país asiático já possuem uma parceria na TV Digital, já que, após analisar os modelos americano e japonês, o governo optou por adotar o segundo.

“Estou convencido de que, por tudo que temos discutido, o Brasil terá, junto com o Japão, o modelo de TV Digital mais importante e de melhor qualidade de todos os existentes no mundo”, disse Lula.

“É preciso dar seqüência às conversas que tivemos no Japão, para que possamos trazer para cá indústrias que produzam componentes para que possamos disputar esse mercado internacional no sul do mundo e, sobretudo, na América Latina”, completou.

Indústria

Ainda na comemoração dos 50 anos da Toyota no Brasil, o presidente Lula afirmou que a empresa terá de fazer muitos investimentos para atender à demanda do consumo no País.

“Estamos batendo um recorde de venda de carros no Brasil. Se quiserem crescer mais, todas as empresas terão de fazer investimentos ou um terceiro turno para que consigamos atender à demanda”, concluiu.