Diz Folha

Para aliados, em público, Lula seguirá atacando Michel Temer; mas no privado, aceitará diálogo

Lula aceitará o canal de diálogo que Temer tem sugerido que vai abrir depois do impeachment.

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O jornal Folha de S. Paulo destaca que quem conhece a cabeça do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirma que ele seguirá fustigando Michel Temer no palanque. Contudo, ele aceitará o canal de diálogo que Temer tem sugerido que vai abrir depois do impeachment.

Temer, segundo informações da coluna Painel, teria voltado a mencionar a necessidade de procurar a oposição para dialogar, mas repetiu que ainda não é o momento. Vai esperar o desfecho do impeachment. A avaliação é que o Planalto precisa de uma interlocução mínima com organizações sociais lideradas pelo PT, de forma a votar pautas delicadas no Congresso.

Vale destacar que, no final de junho, Lula fez críticas a Temer em discurso em Juazeiro, na Bahia, dizendo que o peemedebista está privatizando porque não sabe governar. O petista afirmou que Temer está agindo para “desmontar programas sociais” e “vender o patrimônio” nacional. 

Aprenda a investir na bolsa

“Eles estão tentando criar condições Petrobras, Banco do Brasil e Caixa Econômica serem vendidos. Eles não sabem governar e precisam vender o patrimônio público. Mas eles podem saber o seguinte: eu sei [governar]”, afirmou.