Para Alencar, apagão foi positivo caso incentive novas alternativas de energia

Vice-presidente diz que Brasil não tem potencial hidráulico em toda a parte; já Lobão considera apagão "assunto encerrado"

SÃO PAULO – O vice-presidente da República, José de Alencar, disse nesta quinta-feira (12) que o apagão de terça-feira (10) que deixou 18 estados sem energia elétrica será considerado positivo caso incentive o Brasil a produzir outras formas alternativas de energia.

“Há quem diga que a solução seria a construção de usinas mais próximas, mas se ficarmos presos à matriz atual, não há potencial hidráulico em toda a parte, mas podemos fazer energia eólica, térmica e a gás”, disse o vice-presidente.

Em contrapartida, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou que não vai mais falar sobre o apagão. “O assunto está encerrado. Conseguimos restaurar o serviço em pouco tempo e já identificamos as causas”, afirma.

PUBLICIDADE

Durante reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) foi conversado a respeito de possíveis medidas para melhorar o sistema, que “já é bom e confiável”, de acordo com Lobão.

Pauta da reunião

Também na reunião, foi comunicado que o Ministério do Meio Ambiente emitirá na próxima segunda-feira (16) a licença prévia para a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, mesmo com o processo de licenciamento suspenso pelo Ministério Público.