Vitória

Padilha diz que governo vê “com alegria” resultado da votação do impeachment

"O presidente Michel tinha expectativa que o Senado continuasse tributando confiança ao seu projeto de governo. Como vimos, aumentou bastante o número de senadores que votaram a favor da permanência dele", disse

Aprenda a investir na bolsa

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, disse hoje (10) que o governo vê com “alegria” a decisão do Senado de levar a presidenta afastada Dilma Rousseff a julgamento por crime de responsabilidade.

“O presidente Michel tinha expectativa que o Senado continuasse tributando confiança ao seu projeto de governo. Como vimos, aumentou bastante o número de senadores que votaram a favor da permanência dele e é claro que o governo vê com alegria”, disse.

Padilha deu as declarações ao sair de encontro com parlamentares em um restaurante, que também teve participação do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

Aprenda a investir na bolsa

Em uma sessão que começou ontem (9) e terminou na madrugada desta quarta-feira, 59 senadores foram favoráveis a aceitar a denúncia contra Dilma Rousseff. Os votos contrários foram 21.

Padilha também falou sobre a data provável para a votação final do impeachment.

“O que temos garantido pelo presidente Renan [Calheiros] é que deve iniciar o processo de votação no dia 25 [de agosto]. Mas claro que poderão ocorrer fatos que posterguem ou antecipem”, acrescentou o ministro.