Pacheco pode virar ministro de Lula após deixar presidência do Senado, diz jornal

Segundo a Folha, aliados do presidente e do senador começaram a conversar para que Pacheco entre no governo em 2025

Equipe InfoMoney

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante solenidade (Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil)
O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, durante solenidade (Fabio Rodrigues-Pozzebom/Agência Brasil)

Publicidade

Rodrigo Pacheco (PSD-MG) pode assumir um ministério no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) após deixar a presidência do Senado em 2025. A informação é do jornal Folha de S.Paulo.

Segundo a reportagem, aliados do presidente e do senador começaram a conversar para que Pacheco entre no governo em 2025. As discussões seriam preliminares e ainda não existe acordo firmado.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

A ideia é estreitar a relação do Planalto com o grupo que deve continuar no comando do Senado. Pacheco vai apoiar Davi Alcolumbre (União Brasil-AP) na eleição que vai ocorrer em 1º de fevereiro de 2025.

Além disso, um cargo na Esplanada manteria Pacheco em evidência política. O senador estuda uma candidatura ao governo de Minas Gerais em 2026, com o apoio do presidente Lula.

De acordo com a Folha, a ideia da entrada de Pacheco no governo Lula foi levada por um senador ao presidente em abril. Mais tarde, o próprio Lula teria feito uma “referência indireta” ao tema durante uma conversa com Pacheco.

Continua depois da publicidade

O senador diz que não cogita a possibilidade: “Meu compromisso é com o mandato no Senado para trabalhar pelo meu estado e por temas nacionais”, disse Pacheco à Folha.