Delação

Ouça o áudio em que Marcelo Odebrecht diz que Lula pediu propina de US$ 40 milhões

Ele contou que, entre 2009 e 2010, foi procurado por Paulo Bernardo, que disse que o governo poderia aprovar o financiamento de US$ 1 bi desde que a Odebrecht pagasse o valor

SÃO PAULO – Em depoimento prestado ao juiz federal Sergio Moro, o executivo Marcelo Odebrecht afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu US$ 40 milhões à empreiteira em troca da aprovação de um financiamento para obras de interesse da companhia em Angola.

Ele contou que, entre 2009 e 2010, foi procurado por Paulo Bernardo, então ministro do Planejamento, que em nome do petista disse que o governo poderia aprovar o financiamento de US$ 1 bilhão desde que a Odebrecht pagasse os US$ 40 milhões.

Os vídeos se tornaram públicos nesta quarta-feira (12) após o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin tirar o sigilo sobre inquéritos relacionados à delação da Odebrecht.

PUBLICIDADE

“Tinha um saldo de uns 40 milhões. Aí o que eu combinei com o Palocci? Vai mudar o governo, vai entrar a Dilma […] A gente sabia que ia ter demandas de Lula, por uma questão do instituto, para outras coisas. Então o que a gente disse foi o seguinte: ‘Vamos provisionar uma parte desse saldo, e então botamos 35 milhões no saldo amigo, que é Lula, para uso que fosse orientação de Lula, porque a gente entendia que Lula ainda ia ter influência no PT”, diz Marcelo.

Confira os vídeos do depoimento:

Parte 1

Parte 2

PUBLICIDADE

Parte 3

Parte 4