Especial impeachment

Os limites para as reformas de Temer estão na Constituição e nas ruas

O InfoMoneyTV recebeu a cientista social Esther Solano e o jurista Heleno Torres para debater o cenário que se desenha no horizonte político nacional; confira

SÃO PAULO – Existe um divórcio entre os projetos econômicos atribuídos à gestão que deverá assumir com o afastamento da presidente Dilma Rousseff e a maior parte da sociedade civil, mesmo aqueles que apoiam o impeachment que está sendo efetuado no parlamento brasileiro. Se, por um lado, reformas urgentes batem à porta, por outro, a resistência ao plano “Ponte para o Futuro”, a desconfiança com o que deverá ser o governo Michel Temer e a elevada fragmentação no Legislativo promovem obstáculos desafiadores ao peemedebista.

Para tratar deste e outros assuntos referentes aos cenários que se desenham no horizonte político nacional, o InfoMoney entrevistou os professores Esther Solano e Heleno Torres. A primeira é professora adjunta de Relações Internacionais da Unifesp, autora do livro “A verdadeira história dos adeptos da tática Black Bloc” e pesquisadora das mais recentes manifestações populares ocorridas no país. O outro é jurista, professor titular de Direito Financeiro da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, conselheiro do Conjur e membro da câmara de arbitragem da Fiesp. Confira a íntegra do debate: