Pronunciamento

Os 5 temas que Michel Temer destacou em seu discurso de Natal

Em breve pronunciamento em rede nacional, o presidente defendeu mudanças na Constituição para a construção de um novo país e chamou atenção para o que entende como "reformas necessárias" para superar a crise

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O começo da ceia de Natal de muitos brasileiros que acompanhavam a transmissão dos meios de comunicação teve a marca da intervenção do presidente Michel Temer, que, em pronunciamento de pouco mais de 3 minutos em cadeia nacional, buscou apresentar a sua retrospectiva sobre o ano que se encerra.

Para alguns, aquela foi mais uma situação para manifestar repúdio à gestão do peemedebista. Panelaços, apitos e gritos de palavra de ordem em algumas cidades do país foram ouvidos enquanto o presidente há pouco mais de 100 dias efetivamente no poder defendia as mudanças já implementadas e outras que virão para a sociedade brasileira.

“Mudamos a Constituição para mudar o Brasil”, dizia Temer após breve referência ao que chamou de “reformas necessárias para que o país saia dessa crise e volte a crescer”. Dentre as medidas destacadas por ele apareceram a PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do Teto, a lei de transparência das estatais e a reforma do Ensino Médio.

PUBLICIDADE

A seguir, algumas das principais frases do presidente no breve pronunciamento, separadas por temas:

1 – Inflação: “Com os esforços que fizemos, a inflação caiu e voltou a ficar dentro da meta, o que vai colocar um freio na carestia que você sente no supermercado”.

2 – Crescimento: “Precisamos crescer. Trabalhamos para voltar a crescer. Vamos crescer! Desta vez, um crescimento sustentável e responsável […] O Brasil, repito, está no caminho certo. O próximo Natal será bem melhor que este”.

3 – Emprego: “Os empresários voltarão a investir e vamos recuperar os empregos perdidos”.

4 – Ações de governo: “Os brasileiros pagam muitos impostos e pouco recebem em troca. Meu desafio é desburocratizar o Estado e melhorar a qualidade da administração pública. É o que eu chamo de democracia da eficiência”.

5 – Reformas:Aprovamos a lei que bota ordem nos gastos públicos pelos próximos 20 anos. E a lei que moraliza e dá transparência à administração das estatais […] Estamos começando a reforma da Previdência, para que sua sagrada aposentadoria esteja garantida agora e no futuro […] Aprovamos, na Câmara, a reforma do Ensino Médio, que estava parada havia anos […] Ampliamos em mais de 8 bilhões de reais o orçamento da saúde, área para qual não pouparei recursos […] Mudamos a Constituição para mudar o Brasil”.

PUBLICIDADE

Assista o pronunciamento completo: